25022021Qui
AtualizadoQua, 24 Fev 2021 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

SAN ANTONIO 2020

Tendências da mortalidade por câncer de mama no Brasil

guilherme marta 2 bxEstudo apresentado no 2020 San Antonio Breast Cancer Symposium avaliou as tendências de mortalidade por câncer de mama no Estado de São Paulo de 2004 a 2017. O oncologista Guilherme Nader Marta (foto), médico do ICESP, é o primeiro autor do trabalho.

Neste estudo, os pesquisadores consideraram dados dos registros de óbitos de câncer de mama (CM), incluindo sexo e idade, a partir do banco de dados da Fundação SEADE, do Governo de São Paulo.

No período analisado, foram registrados 52.005 óbitos por câncer de mama no Estado de São Paulo, Brasil. A mortalidade anual média foi de 8,96 / 100.000 (17,38 / 100.000 para mulheres e 0,11 / 100.000 para homens). As taxas de mortalidade por câncer de mama permaneceram estáveis ​​durante o período analisado (APC 0, IC 95% -0,2% a + 0,3%, P = 0,9) tanto em mulheres (APC 0, IC 95% -0,3% a + 0,2%, P = 0,7) como em homens (APC + 2,4%, 95% CI -1,7% a + 6,6%, P = 0,2).

Na população feminina, uma tendência crescente de mortalidade por CM foi detectada para pacientes com menos de 40 anos (APC + 2,4%, IC 95% + 1,6% a + 3,2%, P <0,0001) e permaneceu estável para a faixa etárias entre 40 - 65 anos (APC -0,3%, IC 95% -0,7% a + 0,1%, P = 0,1) e mais de 65 anos de idade (APC -0,1%, IC 95% -0,4% a + 0,2%, P 0,5).

“O câncer de mama (CM) é a principal causa de morte relacionadas ao câncer entre mulheres em todo o mundo. As taxas de mortalidade têm diminuído nas últimas décadas nos países desenvolvidos. Em contraste com dados de outros países em desenvolvimento, uma mortalidade estável por câncer de mama foi demonstrada no sudeste do Brasil ao longo de um período de 14 anos. No entanto, aumento significativo nas taxas de mortalidade por câncer foi demonstrado em pacientes com menos de 40 anos. Esses dados demonstram a necessidade de continuarmos buscando melhorias em nossa rede de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama no Brasil”, conclui Guilherme.

O estudo contou com a participação dos médicos Laura Testa, Rodrigo Guindalini, Gustavo Nader Marta, Maria Del Pilar Estevez Diz e Paulo M. Hoff.

Referência: PS7-27 - Trends in breast cancer mortality in Brazil - a 14-year registry-based study - Guilherme Nader Marta et al.

 

Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519