26102021Ter
AtualizadoSeg, 25 Out 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

AACR 2021

Estilo de vida saudável pode diminuir risco de câncer de próstata letal em homens com alto risco genético

Prostata 2018 NET OKEntre homens com alto risco genético de desenvolver câncer de próstata, aqueles que mantiveram um estilo de vida saudável foram menos propensos a desenvolver a forma letal da doença. É o que aponta estudo destacado no programa científico do encontro anual da AACR, realizado de 10 a 15 de abril em formato online.

O câncer de próstata é a segunda causa de morte por câncer em homens, atrás apenas do câncer de pulmão. Fatores genéticos contribuem significativamente para o risco de câncer de próstata e explicam 58% da variabilidade na incidência da doença, descreve Anna Plym, uma das principais autoras do estudo, pesquisadora do Brigham and Women's Hospital e da Harvard T. H. Chan School of Public Health.

Neste estudo, Plym e colegas procuraram avaliar se o aumento do risco genético de câncer de próstata poderia ser compensado com um estilo de vida saudável. A partir de um escore de risco poligênico validado, os pesquisadores quantificaram o risco genético em uma população de 10.443 homens trabalhadores do setor de saúde.

Naqueles com dados do genótipo disponíveis foi aplicado um questionário de estilo de vida validado que incluiu dados sobre peso, atividade física vigorosa, não tabagismo e alto consumo de tomates, peixes gordurosos e redução do consumo de carnes processadas.

Em um seguimento mediano de 18 anos para câncer de próstata geral e 22 anos para câncer de próstata letal, os pesquisadores identificaram 2.111 casos de câncer de próstata geral e 238 casos de câncer de próstata letal. O estudo mostrou que homens no quartil de maior risco de acordo com a pontuação de risco poligênico tiveram 5,4 vezes mais risco de desenvolver câncer de próstata (HRipw = 5,39, IC 95% = 4,59-6,33) e 3,5 vezes mais probabilidade de desenvolver câncer de próstata letal do que aqueles no quartil de risco mais baixo (HRipw = 3,53, IC 95% = 2,34-5,32).

Quando avaliado o efeito de aderir a um estilo de vida saudável, entre os homens no quartil de maior risco, aqueles com as maiores pontuações de estilo de vida saudável tiveram metade do risco de desenvolver câncer de próstata letal na comparação com indivíduos com estilo de vida menos saudável (HRipw = 0,54, IC 95% = 0,31-0,94).

No grupo de alto risco, ter um estilo de vida saudável no momento da entrada no estudo foi associado a uma letalidade cumulativa ao longo da vida de 3%, contra 6% para homens de alto risco que não aderiram ao estilo de vida saudável.

“A diminuição do risco de doenças agressivas em homens com estilo de vida favorável pode sugerir que o excesso do risco genético de câncer de próstata letal pode ser compensado pela adesão a um estilo de vida saudável”, disse Plym.

Aderir a um estilo de vida saudável não foi associado a uma diminuição do risco de câncer de próstata geral, nem afetou homens nos quartis de menor risco genético. Os autores explicam que mais pesquisas são necessárias para determinar por que o benefício foi limitado ao risco letal de câncer de próstata em homens com maior risco genético; uma possível explicação é que as variantes genéticas que contribuem para uma pontuação de alto risco poligênico também são as variantes com a interação mais forte com fatores de estilo de vida.

O estudo reforça um amplo conjunto de pesquisas sobre prevenção do câncer que mostra os benefícios de um estilo de vida saudável, incluindo não fumar, manter peso adequado, praticar exercícios regularmente e seguir uma dieta saudável.

Referência: Presentation Number: 822 - Can the genetic risk of prostate cancer be attenuated by a healthy lifestyle?

Publicidade
Outubro Rosa A.C.Camargo 2021
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519