25022021Qui
AtualizadoQua, 24 Fev 2021 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Terapia androgênica bipolar no câncer de próstata

Prostata 2018 NET OKO câncer de próstata torna-se resistente à ablação androgênica por meio da regulação positiva adaptativa do receptor de androgênio, em resposta ao microambiente de baixa testosterona. A argumentação é de estudo de Fase II (TRANSFORMER) reportado no JCO, que apresenta resultados da terapia androgênica bipolar (BAT), definida como um ciclo rápido entre a testosterona sérica alta e baixa, no câncer de próstata resistente à castração (CPRC).


Enzalutamida mostra ganho de sobrevida no câncer de próstata metastático resistente a castração

Prostata 2017 NET OKAnálise retrospectiva do banco de dados do Veterans Health Administration (VHA) mostrou que pacientes com câncer de próstata metastático resistente a castração virgens de quimioterapia tratados com enzalutamida tiveram melhor sobrevida em relação aqueles tratados com abiraterona. Os dados foram reportados em acesso aberto por Tagawa et al. na Prostate Cancer and Prostatic Diseases.

Análises genômicas de SARS-CoV-2 em pacientes com câncer

Juliana Siqueira bxEstudo realizado por pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer (INCA) buscou comparar as sequências genômicas completas de SARS-CoV-2 de pacientes com câncer e profissionais de saúde (grupo-controle) para compreender a diversidade genética intra-hospedeiro e sua associação com a gravidade da doença. A biomédica Juliana Siqueira (foto), do INCA, é a primeira autora do trabalho publicado no periódico Virus Evolution. O pesquisador Marcelo Soares, chefe do Programa de Oncovirologia da instituição, é o autor sênior.

Conservação da mama versus mastectomia para pacientes BRCA mutado

Estudo publicado no periódico The Breast buscou avaliar a segurança oncológica da cirurgia conservadora e radioterapia em comparação com a mastectomia em pacientes com câncer de mama com mutação BRCA. Os resultados são tema da análise do mastologista Silvio Bromberg, médico do Hospital Israelita Albert Einstein e da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo Paulo. Ouça no PODCAST ONCONEWS.

Cemiplimabe na primeira linha do CPCNP avançado com alta expressão de PD-L1

approved NET OKAUS Food and Drug Administration (FDA) aprovou o inibidor de PD-1 cemiplimabe (Libtayo®, Sanofi) no tratamento de primeira linha de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) avançado cujos tumores têm alta expressão de PD-L1 (≥50%), conforme determinado por um teste aprovado pela FDA. Os pacientes elegíveis devem ter tumores metastáticos ou localmente avançados que não sejam candidatos à ressecção cirúrgica ou quimiorradiação definitiva, e que não apresentem alterações nos genes EGFR, ALK ou ROS1. A aprovação é baseada no estudo pivotal de Fase III EMPOWER-Lung 1.

Guideline: tratamento do CPCNP estádio IV com alterações driver

GuidelinesUma diretriz conjunta da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) e da Cancer Care Ontario atualizou as recomendações de tratamento sistêmico do câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) estádio IV com alterações driver. Publicado no Journal of Clinical Oncology (JCO), o guideline reúne evidências de 27 ensaios clínicos randomizados, 26 estudos observacionais e uma meta-análise, publicados entre dezembro de 2015 e janeiro de 2020, além de abstracts apresentados no encontro anual da ASCO 2020.

Diferenças na mortalidade de pacientes oncológicos com COVID-19

Maria Paula Curado NET OKEstudo realizado no A.C.Camargo Cancer Center demonstrou que entre os pacientes com câncer infectados pela COVID-19 avaliados, 12,4% morreram da doença, com maior taxa de letalidade em pacientes com câncer de pulmão e neoplasias hematológicas. Os resultados foram publicados no periódico Seminars in Oncology, em artigo que tem como primeira autora a epidemiologista Maria Paula Curado (foto), chefe do Grupo de Epidemiologia e Estatística em Câncer (GEECAN) da instituição.

Cirurgia primária no câncer de mama estádio IV de novo com metástase óssea

Publicado no Annals of Surgical Oncology, o estudo BOMET MF14-01, prospectivo, multicêntrico, buscou avaliar o papel do tratamento loco-regional em pacientes com câncer de mama estádio IV de novo com metástase óssea. O trabalho é tema de mais um PODCAST ONCONEWS, com análise do mastologista Silvio Bromberg (foto), cirurgião do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo. Ouça.

FDA aprova cemiplimabe no carcinoma basocelular localmente avançado e metastático

approved NET OKA US Food and Drug Administration (FDA) aprovou o inibidor de PD-1 cemiplimabe-rwlc (Libtayo®, Sanofi) como a primeira imunoterapia indicada para pacientes com carcinoma basocelular avançado (CBC) previamente tratados com um inibidor da via de hedgehog (HHI) ou para quem um HHI não é apropriado. O anti-PD-1 também recebeu aprovação acelerada para o tratamento do CBC metastático (mBCC) previamente tratado com um HHI.

Capecitabina no câncer de mama triplo-negativo em estágio inicial

Revisão sistemática e meta-análise publicada no periódico BMC Cancer avalia a eficácia e segurança da capecitabina na sobrevida de pacientes com câncer de mama triplo-negativo em estágio inicial. O trabalho é tema de mais um PODCAST Onconews, com apresentação do mastologista Silvio Bromberg (foto), cirurgião do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo. Ouça.

COVID-19 em pacientes com câncer assintomáticos em tratamento sistêmico

luiza famerp bxEstudo selecionado para o AACR Virtual Meeting: COVID-19 and Cancer buscou determinar a prevalência da infecção por COVID-19 em pacientes com tumores sólidos em tratamento sistêmico no Hospital de Base de São José do Rio Preto, São Paulo. Os resultados foram apresentados pela oncologista Luiza Fadul (foto) como mini-oral na sessão Symposium 12: Epidemiology and Registries of Covid-19 and Cancer.

Perfil molecular em tumores gastrointestinais, o avanço do ano

asco advances 2021 bxA Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) destacou a capacidade de traçar o perfil molecular de tumores gastrointestinais como o avanço do ano. Publicada no Journal of Clinical Oncology (JCO) no dia 02 de fevereiro, a 16ª edição do relatório Clinical Cancer Advances 20211 aponta ainda a necessidade de equidade na saúde e pesquisa do câncer, e reforça a importância do financiamento federal para promover os avanços na área.

Hipofracionamento no câncer de bexiga localmente avançado

Hanriot Net OKUm esquema hipofracionado de 55 Gy em 20 frações não é inferior a 64 Gy em 32 frações no tratamento de pacientes com câncer de bexiga localmente avançado, considerando o controle locorregional e a toxicidade tardia. É o que apontam os resultados de Choudhury et al. publicados em acesso aberto no Lancet Oncology. Quem analisa os resultados é o rádio-oncologista Rodrigo Hanriot (foto), coordenador do serviço de Radioterapia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Cresce demanda global por cirurgia em câncer

CIRURGIA NET OKEstudo de Perera et al. reportado no Lancet Oncology estima aumento global de 5 milhões de casos de câncer com indicação cirúrgica de 2018-2040, um incremento de 52% no número de procedimentos cirúrgicos entre 2018 (9 065 000) e 2040 (13 821 000). Os resultados indicam que a demanda global por cirurgia de câncer vai crescer e deve manter pressão sobre os sistemas de saúde, em todo o mundo.

Tratamento adjuvante pós histerectomia no câncer cervical

PILAR OFICIAL NET OKQuando comparada com a radioterapia isolada, a quimiorradioterapia sequencial ou simultânea melhora a sobrevida livre de doença (SLD) em pacientes com câncer cervical em estágio inicial após histerectomia radical? Artigo de Huang et al. no Jama Network revisita estudo randomizado de Fase III (STARS) que compara os dois esquemas e seus principais resultados. A oncologista Maria Del Pilar Estevez Diz (foto), Coordenadora da Oncologia Clínica do ICESP e médica da Rede D’Or, analisa os resultados.

Reconstrução imediata da mama e segurança oncológica

Podcast Onconews

Meta-análise que comparou a recorrência do câncer de mama (BCR) em pacientes com e sem complicações após reconstrução imediata é tema de mais um podcast do mastologista Silvio Bromberg (foto), cirurgião do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo. Apesar das limitações, o estudo não demonstrou associação significativa entre complicações da ferida e BCR. Ouça.

Guideline da ASCO analisa radioterapia no câncer de pulmão pequenas células

Robson Ferrigno NET OK 2A American Society for Clinical Oncology (ASCO) examinou criticamente as diretrizes desenvolvidas pela American Society for Radiation Oncology (ASTRO) e publicou 27 de janeiro um guideline com recomendações para o uso de radioterapia no tratamento de pacientes com câncer de pulmão pequenas células (CPPC). Quem discute as recomendações é Robson Ferrigno (foto), coordenador dos serviços de radioterapia do Hospital BP Paulista.

Radioterapia pélvica no câncer de próstata de alto risco

bernardo salvajoli 2020 bxResultados de ensaio randomizado de Fase III publicados 26 de janeiro no Journal of Clinical Oncology mostram o benefício da radioterapia de toda a pelve (drenagem linfática pélvica) no câncer de próstata de alto risco em relação à radioterapia somente na próstata (PORT), indicando ganho na sobrevida livre de falha bioquímica (SLRB), principal endpoint do estudo, além de demonstrar benefício de sobrevida livre de doença (SLD) em todos os subgrupos avaliados. Bernardo Salvajoli (foto), médico especialista em radioterapia, comenta os resultados.

Pesquisadores identificam quatro subtipos moleculares no câncer de pulmão pequenas células

Clarissa Baldotto NET OKEstudo de Gay et al. publicado na Cancer Cell identificou quatro subtipos moleculares no câncer de pulmão pequenas células com base na expressão gênica, achado que representa um grande passo para abordagens personalizadas. A oncologista Clarissa Baldotto (foto), Diretora do Núcleo de Integração Oncológica da Oncologia D'Or, comenta os resultados.

Câncer por transmissão materno-infantil

RIAD NET OK 2Dois casos de câncer de pulmão pediátrico (em meninos de 23 meses e 6 anos de idade) resultantes da transmissão de mãe para filho de tumores cervicais uterinos foram detectados incidentalmente durante o sequenciamento de próxima geração de amostras pareadas de tumor e tecido normal. É o que descreve artigo de Arakawa et al na New England Journal of Medicine. O cirurgião oncológico Riad Younes (foto), diretor do Centro de Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, discute os achados. 


Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519