25102020Dom
AtualizadoSáb, 24 Out 2020 10pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

FDA concede designação Fast Track para irinotecano lipossomal

Duilio Rocha 2020 ok 2A agência norte-americana Food and  Drug Administration (FDA) concedeu a designação de Fast Track para o uso de irinotecano lipossomal (ONIVYDE®, da Ipsen) em combinação com 5- fluorouracil / leucovorina (5-FU / LV) e oxaliplatina em pacientes com adenocarcinoma ductal pancreático irressecável, localmente avançado e metastático. Quem comenta é o oncologista Duílio Rocha Filho (foto), chefe do Serviço de Oncologia Clínica do Hospital Universitário Walter Cantídio (UFC-CE) e membro da diretoria do Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais (GTG).


LACC: qualidade de vida em pacientes com câncer de colo de útero após histerectomia

reitan 2020 bxO estudo randomizado de Fase III LACC demonstrou melhor sobrevida livre de doença e sobrevida global com a cirurgia aberta em comparação com a histerectomia laparoscópica em mulheres com câncer de colo do útero estágio inicial. Agora, os resultados do desfecho secundário de qualidade de vida foram publicados no Lancet, em artigo com a participação do cirurgião oncológico Reitan Ribeiro (foto), médico do Hospital Erasto Gaertner e do Instituto de Oncologia do Paraná (IOP).

FDA aprova vacina nonavalente contra HPV na prevenção do câncer de orofaringe

LUISA NET OKA agência norte-americana Food and  Drug Administration (FDA) aprovou  em 12 de junho nova indicação da vacina nonavalente (Gardasil 9), agora  também para a prevenção de câncer de orofaringe e outros tumores de cabeça e pescoço causados ​​pelo HPV tipos 16, 18, 31, 33, 45, 52 e 58. “Essa é uma ótima notícia, pois amplia a indicação da vacina de HPV para a prevenção dos tumores de orofaringe, um problema crescente em saúde pública”, afirma a bióloga Luisa Lina Villa (foto), referência em pesquisa do HPV.

Religiosidade e espiritualidade no câncer

espiritualidade bxResultados clínicos podem estar associados a um sentido de paz e conforto proporcionado pela fé? O significado atribuído à religiosidade e espiritualidade no câncer foi tema de estudo randomizado de Grossoehme et al. publicado 16 de junho no Jama Network Open, que avaliou adultos jovens e adolescentes com câncer.

Metabolismo do carbono-1 no câncer de mama invasivo

jessica 1 bxResultados de estudo brasileiro publicado na Oncotarget sugerem que o metabolismo do carbono-1 pode ser uma via central no carcinoma ductal invasivo (IDC) e até mesmo em tumores de mama em geral, representando um potencial alvo para seu tratamento e prevenção. Jéssica Reis Santos (foto), nutricionista especialista em oncologia e mestre em ciências pelo Departamento de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), é a primeira autora do trabalho.

Guideline ACS: dieta, atividade física e prevenção do câncer

exercicio alimentacao bxA American Cancer Society atualizou seu guideline sobre dieta e atividade física para prevenção do câncer. Publicadas no periódico CA: A Cancer Journal for Clinicians, as diretrizes se concentram na manutenção de peso adequado, realização de atividades físicas, adesão a um padrão de alimentação saudável e redução do consumo de bebidas alcoólicas.

Tumor filoide maligno da mama

banner podcast onconews 300x250pxPublicado no Annals of Surgical Oncology, estudo multicêntrico, retrospectivo, realizado pelo grupo do Institut du Cancer Montpellier, busca avaliar o papel da terapia adjuvante e a margem cirúrgica ideal no tumor filoide maligno da mama, em uma das maiores séries já publicadas sobre a doença. Silvio Bromberg, mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa o trabalho, em mais um PODCAST ONCONEWS.

Testes genéticos no câncer de próstata: como e para quem?

RODRIGO GUINDALINI ASCO2018 NET OKConsenso multidisciplinar forneceu recomendações para a implementação de testes genéticos no câncer de próstata metastático, com orientações adaptadas à era da oncologia de precisão.  O conjunto de recomendações foi publicado por Giri et al. no Journal of Clinical Oncology. Rodrigo Guindalini (foto), oncologista e oncogeneticista da Oncologia D’Or, comenta o trabalho.

Abordagem tecido-agnóstica no tratamento do câncer

roberto pestana bxAvanços na biologia e na imunologia de tumores continuam a refinar nossa compreensão do câncer, agora com o desenvolvimento de terapias com base em alterações moleculares específicas e marcadores de fenótipos imunológicos que transcendem histologias tumorais específicas. A frase é de artigo publicado em junho na Nature Reviews Clinical Oncology, que tem como primeiro autor o brasileiro Roberto Carmagnani Pestana (foto), oncologista no Hospital Israelita Albert Einstein e ex-fellow no MD Anderson Cancer Center.

Estudo de caso: transformação histológica como mecanismo de resistência

carlos henrique teixeira bxPublicado no JTO Clinical and Research Reports, periódico da International Association for the Study of Lung Cancer (IASLC), artigo de especialistas do Hospital Alemão Oswaldo Cruz relata o caso de uma paciente diagnosticada com adenocarcinoma de pulmão EGFR-mutado tratada com osimertinibe e lobectomia, com transformação focal em carcinoma de células pequenas1. O oncologista Carlos Henrique Teixeira (foto) é o primeiro autor do trabalho.

SABR-COMET: radioterapia estereotática no câncer oligometastático

Bernardo Salavajoli 2019 bxPublicados no Journal of Clinical Oncology (JCO), os resultados de longo prazo do estudo randomizado de fase II SABR-COMET mostraram maior impacto da radioterapia estereotática na sobrevida global em pacientes com câncer oligometastático em comparação com a análise inicial. Bernardo Salvajoli (foto), médico especialista em radioterapia do HCOR-Onco e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), analisa os resultados.

Nefrectomia citorredutora na era das terapias-alvo

Renal 2 NET OKO manejo do carcinoma de células renais metastático (mRCC) evoluiu rapidamente e resultados do estudo CARMENA colocam em questão a utilidade da nefrectomia citorredutora (CN). Agora, estudo publicado na Cancer examinou a sobrevida global e fatores de risco associados a pacientes com menor probabilidade de se beneficiar da era das terapias-alvo.

Variáveis clinicopatológicas e predição de risco

banner podcast onconews 300x250pxNo esteio do debate sobre os resultados do MINDACT apresentados no ASCO 2020, o PODCAST ONCONEWS discute agora o nomograma citado pela oncologista Fátima Cardoso. Proposto por Amila Orucevic e colegas, o nomograma mostra que variáveis clinicopatológicas podem predizer o risco, como surrogates validados para cenários onde os testes genômicos não são acessíveis. Ouça aqui, com apresentação e análise de Sílvio Bromberg, mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante.

Lições do de-escalonamento de dose no câncer de cabeça e pescoço HPV positivo

Aline Chaves NET OKResultados dos três primeiros estudos randomizados de de-escalonamento de dose em pacientes com câncer de orofaringe HPV-positivo mostraram claro prejuízo na sobrevida quando a cisplatina foi omitida ou substituída. A partir desses resultados, o Grupo Internacional de Câncer de Cabeça e Pescoço publicou recomendações para futuros estudos nessa população de pacientes. A oncologista Aline Lauda Chaves (foto), presidente do Grupo Brasileiro de Câncer de Cabeça e Pescoço (GBCP) e médica da clínica DOM Oncologia, analisa o trabalho.

Modelo bifásico descreve desenvolvimento do câncer de pâncreas

casali 2020 bxEstudo de Shankar et al na Nature Communications descreve o papel da AGO2 no câncer de pâncreas. “Nossos dados mostram que a formação de lesões precursoras ocorre independente da AGO2. No entanto, identificamos uma dependência crítica de AGO2 para que essas lesões progridam para adenocarcinoma ductal pancreático”, descrevem os autores. O oncogeneticista José Cláudio Casali (foto), chefe do Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo Cancer Center e 2º Diretor Científico do Grupo Brasileiro de Oncologia de Precisão (GBOP), comenta o trabalho.

FIRE: radiocirurgia estereotática em metástases cerebrais

Robson Ferrigno NET OKArtigo publicado no JAMA Oncology detalha os resultados do estudo FIRE-SCLC Cohort Study, que mostrou desfechos favoráveis da radiocirurgia como tratamento primário de metástases cerebrais de pacientes com câncer de pulmão de pequenas células. Robson Ferrigno (foto), médico especialista em radioterapia e Coordenador dos Serviços de Radioterapia dos Hospitais BP Paulista e BP Mirante, comenta os resultados.

Sobrepeso e obesidade em pacientes com câncer de mama metastático tratadas com inibidor de CDK 4/6

maria alice franzoi bxEstudo apresentado no ESMO Breast Cancer Virtual Meeting 2020 analisou o impacto do índice de massa corporal em pacientes com câncer de mama metastático HR+, HER2- negativo tratadas com abemaciclibe e hormonioterapia em comparação com hormonioterapia + placebo. A oncologista Maria Alice Franzoi (foto), fellow do Institut Jules Bordet, Bélgica, é a primeira autora do trabalho.

KEYNOTE-361: pembrolizumabe não atinge endpoint primário

BexigaO anti-PD-1 pembrolizumabe (Keytruda®, MSD) não atingiu os endpoints primários pré-especificados de sobrevida global e sobrevida livre de progressão em comparação com a quimioterapia, atual padrão de tratamento de primeira linha do carcinoma urotelial avançado ou metastático. Os resultados da análise final do estudo de Fase III KEYNOTE-361 serão apresentados em um próximo evento científico.

Comissão Europeia aprova combinação de terapias-alvo no câncer colorretal metastático com mutação BRAFV600E

aprovado 2019 bxA Comissão Europeia aprovou a combinação de encorafenibe e cetuximabe para o tratamento de pacientes com câncer colorretal metastático com mutação BRAFV600E após tratamento sistêmico prévio1. A aprovação é baseada nos resultados do estudo de Fase III BEACON CRC1,2, que teve dados atualizados apresentados no ASCO 2020.

Perda de PTEN e resposta imune no tratamento do câncer

thiago vidotto bxThiago Vidotto (foto), do Departamento de Genética da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, é primeiro autor de artigo de revisão publicado na British Journal of Cancer, que discute como a perda de PTEN afeta a resposta imune. “Nesta revisão, resumimos os resultados que demonstram como a perda de PTEN provoca alterações específicas na resposta imune em vários tipos de câncer. Também discutimos ensaios clínicos em andamento que ilustram a utilidade potencial do PTEN como biomarcador preditivo para tratamento com inibidores de checkpoint imune”, descreve a publicação.


Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519