28102020Qua
AtualizadoTer, 27 Out 2020 2pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Reexposição à irinotecano mais cetuximabe no câncer colorretal

alexandre palladino inca bxA reexposição a irinotecano mais cetuximabe como tratamento de terceira linha para pacientes com câncer colorretal metastático (mCRC) KRAS selvagem que alcançaram benefício clínico com terapia de primeira linha contendo cetuximabe foi segura e demonstrou atividade promissora. Os resultados são de estudo de Fase II (JACCRO CC-08) publicado por Masuishi, T et al. no British Journal of Cancer. O oncologista Alexandre Palladino (foto), chefe da Seção de Oncologia Clínica do INCA, comenta os resultados.


Polimorfismo EGF+ 61A> G S não prediz resposta a TKIs no câncer de pulmão

leticia ok bxLetícia Ferro Leal (foto), do Hospital de Câncer de Barretos (Hospital de Amor), é primeira autora de trabalho publicado na Thoracic Cancer com novos achados sobre o papel preditivo e prognóstico do polimorfismo EGF+ 61A> G SNP em pacientes brasileiros com câncer de pulmão com mutação EGFR tratados com inibidores de tirosina-quinase (TKIs) de primeira geração (erlotinibe e gefitinibe). A biologista Ana Carolina Laus é coprimeira autora do artigo.

Oncofertilidade, prioridade global

gravidez bxUma série de artigos no Journal of Global Oncology (JGO) discute a questão da oncofertilidade, destacada como prioridade para a comunidade oncológica global. Entendida como parte integrante da qualidade de vida, a fertilidade atual e futura deve ser preservada nos pacientes em tratamento oncológico, mas diferentes barreiras ainda inibem o acesso a programas de oncofertilidade.

Imunoterapia em associação com eribulina não mostra benefício no câncer de mama metastático

romulado barroso 2019 bxOs resultados de estudo randomizado de Fase II não suportam o uso de pembrolizumabe em combinação com eribulina para pacientes com câncer de mama metastático receptor hormonal positivo (HR+)/ERBB2-negativo, independente do status do PD-L1. Os dados foram publicados no JAMA Oncology. O oncologista Romualdo Barroso, coordenador de Pesquisa Translacional do Hospital Sírio-Libanês em Brasília e coautor do estudo, comenta os resultados.

Novo regime aumenta profundidade de resposta no mieloma múltiplo

GUILHERME PERINI NET OKPara pacientes com mieloma múltiplo recém-diagnosticado elegíveis ao transplante autólogo de células tronco hematopoiéticas (TCTH), a indução e consolidação pós-transplante podem ser realizadas com a combinação de lenalidomida, bortezomibe e dexametasona (VRd). Agora, resultados do estudo de Voorhees et al. publicado na edição de agosto da Blood mostram que a adição de daratumumabe a este regime aumentou as taxas de resposta completa e a negatividade para doença residual mínima após a consolidação, sem novos eventos de segurança. Quem analisa os resultados é o oncohematologista Guilherme Perini (foto).

Vírus oncolítico e CAR T-cells em tumores sólidos

Martin 2019 bxA combinação de um vírus oncolítico e terapia CAR T-cells demonstrou resultados promissores no tratamento de tumores sólidos difíceis de tratar apenas com a terapia CAR T. Os resultados do estudo pré-clínico liderado por pesquisadores do City of Hope foram publicados na Science Translational Medicine. “A estratégia representa uma importante prova de conceito que pode ser explorada para a expressão de outros antígenos além do CD19 para os quais haja CARs validados”, avalia Martín Bonamino (foto), pesquisador do Instituto Nacional de Cancer (INCA) e da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ).

Modalidade de tratamento e sobrevida no câncer de laringe estágio IV

hugo accamargo bxO cirurgião oncológico Hugo Fontan Köhler (foto), do A.C.Camargo Cancer Center, é o primeiro autor de estudo de base populacional que avalia o impacto da modalidade de tratamento na sobrevida de pacientes com câncer de laringe estágio IV. Os resultados publicados no American Journal of Otolaryngology chamam a atenção para a extrapolação dos resultados de ensaios clínicos para a prática do mundo real.

Estudo não encontra associação entre anti-hipertensivos e câncer

cardio onco bxNão existem evidências de que medicamentos para baixar a pressão arterial aumentem o risco de câncer.  A conclusão é do maior estudo sobre os resultados de câncer em participantes de ensaios clínicos randomizados que investigam medicamentos anti-hipertensivos - cerca de 260 mil pessoas em 31 ensaios. Os dados foram apresentados no Congresso da European Society of Cardiology (ESC 2020), que aconteceu entre os dias 29 de agosto e 1º de setembro, em formato virtual.

ESMO atualiza recomendações sobre neurotoxicidade induzida por terapia sistêmica

caponero 2019 bxA neurotoxicidade decorrente da terapia antineoplásica é um dos efeitos colaterais comuns e frequentemente limitante da dose. Como reconhecer sinais precursores e, especialmente, como manejar e, se possível, reverter os sintomas? A ESMO atualizou diretrizes de prática clínica enfocando aspectos específicos da neurotoxicidade induzida por terapia sistêmica. Ricardo Caponero (foto), oncologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, comenta as diretrizes.

Fatores preditivos de recorrência no adenocarcinoma da junção esofagogástrica

flavio takeda bxEstudo de pesquisadores do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP) avaliou o padrão de recorrência e os fatores de risco associados à recorrência em pacientes com adenocarcinoma da junção esofagogástrica submetidos à ressecção cirúrgica. Os resultados foram publicados no American Journal of Surgery, em artigo que tem como primeiro autor o cirurgião oncológico Flávio Roberto Takeda (foto).

Radioterapia com hipofracionamento moderado no câncer de mama

Foto Gustavo Nader Marta 1Gustavo Nader Marta (foto), radio-oncologista do ICESP-FMUSP e do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, é o primeiro autor de revisão crítica que fornece uma visão geral da aplicabilidade da radioterapia com hipofracionamento moderado para pacientes com câncer de mama, com foco nos fatores que influenciam a tomada de decisão clínica. O trabalho multicêntrico foi publicado no periódico Critical Reviews in Oncology / Hematology.

ESMO: diretrizes para sequenciamento de próxima geração em tumores metastáticos

RODRIGO GUINDALINI ASCO2018 NET OKA Sociedade Europeia de Oncologia Médica (ESMO) publicou recomendações sobre o uso de sequenciamento de próxima geração (NGS) para pacientes com câncer metastático. “Este manuscrito traz pela primeira vez o posicionamento de uma Sociedade Médica sobre a utilização racional do NGS em pacientes com câncer metastático, levando em consideração pontos críticos como nível de evidência para acionabilidade clínica de alvos terapêuticos, custo-efetividade e utilidade pública”, afirma Rodrigo Guindalini (foto), oncologista e oncogeneticista da Oncologia D’Or. O trabalho foi publicado no Annals of Oncology.

Terapia endócrina neoadjuvante, estadiamento axilar e cirurgia conservadora da mama

Podcast OnconewsQual a eficácia da terapia endócrina neoadjuvante na redução do estadiamento axilar e na realização de uma cirurgia conservadora da mama? O mastologista Silvio Bromberg, médico do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute os resultados de estudo retrospectivo publicado no Annals of Surgical Oncology que buscou responder essa questão. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

Parâmetros prognósticos no câncer de mama lobular HR-positivo

banner podcast onconews 300x250pxO mastologista Silvio Bromberg, médico do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa estudo do West German Study Group publicado na revista Cancer que avalia o o impacto diferencial dos parâmetros prognósticos no câncer de mama lobular invasivo com receptor hormonal positivo. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

Risco de câncer de mama em sobreviventes de transplante de medula óssea

MAIOLINO NET OKEstudo de McDonald et al publicado no Journal of Clinical Oncology mostrou associação positiva entre a irradiação corporal total (TBI) em idade precoce e o desenvolvimento subsequente de câncer de mama em sobreviventes de transplante de medula óssea (TMO). Segundo os autores, esses achados devem ser considerados para orientar o rastreamento do câncer de mama nessa população. “A exposição à TBI em idade <30 anos foi associada a um risco 4,4 vezes maior de câncer de mama em sobreviventes de TMO alogênico e a um risco 4,6 vezes maior em sobreviventes de TMO autólogo”, alertam. O oncohematologista Ângelo Maiolino (foto) comenta os resultados.

Tabagismo e risco de câncer colorretal

cessacao tabagismo NET OKO tabagismo está associado ao aumento do risco de câncer colorretal (CRC), mas não está claro qual é a força dessa associação, se existe uma dose-resposta, ou mesmo qual o efeito do tabagismo em diferentes subtipos de CRC. Meta-análise que avaliou 188 estudos reportou os resultados em artigo publicado em agosto por Botteri E et al. no American Journal of Gastroenteroly.

Prevalência da COVID-19 e mortalidade em pacientes de câncer

covid 4 bxEstudo realizado no Reino Unido avaliou o risco de morte por COVID-19 de acordo com o subtipo de câncer, em uma análise prospectiva que considerou mais de mil pacientes. Os resultados foram reportados 24 de agosto no Lancet Oncology e devem ser vistos com cautela. “Pacientes com neoplasias hematológicas (leucemia, linfoma e mieloma) estão sobrerrepresentados, o que talvez sugira uma suscetibilidade aumentada a priori à infecção viral”, destacam os autores.

Desafios para a equidade no tratamento do câncer testicular

flavio carcano bxExistem inúmeras barreiras para o tratamento do câncer testicular em populações carentes, que podem levar a piores resultados de sobrevida. Estudo publicado na Cancer1 por pesquisadores da Universidade do Texas e do UT Southwestern Medical Center mostra como a integração e padronização do atendimento podem superar os fatores sociodemográficos que limitam o atendimento ao paciente. Flavio Cárcano (foto), oncologista do Hospital de Câncer de Barretos, analisa os resultados.

Quimioterapia metronômica paliativa no câncer de cabeça e pescoço

Aline Chaves NET OKEstudo randomizado de Fase III conduzido no Tata Memorial Center, na Índia, mostrou que quimioterapia metronômica oral não é inferior à cisplatina intravenosa no que diz respeito à sobrevida global em câncer de cabeça e pescoço no cenário paliativo e está associada a menos eventos adversos. “Representa um novo padrão de tratamento alternativo quando as opções atualmente aprovadas pela NCCN para terapia paliativa não forem viáveis “, destacam os autores, em artigo no Lancet Global Health. A oncologista Aline Chaves (foto), presidente do Grupo Brasileiro de Câncer de Cabeça e Pescoço (GBCP) e médica da clínica DOM Oncologia, comenta o trabalho.

Ablação guiada por ultrassom endoscópico em tumores pancreáticos

mariannyArtigo de Adler et al. publicado 19 de agosto no NEJM Journal Watch discutiu os resultados do estudo de Zhang L et al sobre ablação guiada por ultrassom endoscópico em tumores pancreáticos. A revisão sustenta que a taxa de sucesso clínico de procedimentos de ablação é encorajadora e que a maioria dos eventos adversos foram leves e tratados com medicamentos, mas ressalva que muitos dos estudos incluídos na meta-análise foram pequenos e com acompanhamento limitado. “Embora o estudo sugira que a ablação guiada por EUS é eficaz, os critérios aplicados para definir o sucesso clínico devem ser analisados para melhor avaliar a eficácia do método”, observa Marianny Sulbaran (foto), endoscopista do HCFMUSP.

Letalidade da neoplasia trofoblástica gestacional em mulheres brasileiras

braga fernanda bxEstudo de coorte retrospectivo buscou avaliar a letalidade da neoplasia trofoblástica gestacional em mulheres brasileiras, comparando os casos de morte pela doença com as sobreviventes e identificando fatores associados à letalidade. “O estudo é o primeiro a analisar independentemente os fatores de risco para morte entre neoplasia trofoblástica gestacional de baixo e alto risco, em comparação com sobreviventes”, explicam os ginecologistas Fernanda Freitas e Antonio Braga (foto), autores do artigo publicado no periódico Gynecologic Oncology.


Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519