25102020Dom
AtualizadoSáb, 24 Out 2020 10pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Teste de SARS-CoV-2 em pacientes com câncer assintomáticos antes do início do tratamento sistêmico

guilherme harada bxO oncologista Guilherme Harada (foto), do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, é primeiro autor de revisão sistemática que avalia a estratégia de testar para SARS-CoV-2 pacientes com câncer assintomáticos antes de iniciar o tratamento sistêmico. Os resultados foram publicados no periódico e-cancer.

"Existem poucos estudos que buscam responder a esta questão diretamente. O ponto crucial é levar em consideração as individualidades dos pacientes e características específicas de cada centro, realizando a busca ativa por sintomas e reforçando as medidas de proteção a todos os envolvidos no tratamento oncológico", observa Harada.  

A revisão sistemática foi realizada com base no framework PRISMA, e considerou os bancos de dados Pubmed, Embase, Web of Science e Cochrane Central Register of Controlled Trials, bem como diretrizes de instituições internacionais envolvidas no tratamento do câncer e pesquisa do COVID-19. Foram considerados elegíveis estudos publicados entre 1º de dezembro de 2019 e 27 de maio de 2020. Os autores incluíram trabalhos que mencionaram estratégias de teste para SARS-CoV-2 de pacientes com câncer assintomáticos antes de iniciar tratamentos imunossupressores.

Foram identificados 1.163 estudos e 4 diretrizes; destes, 18 artigos foram considerados elegíveis e incluídos na análise final. Dois artigos eram estudos de coorte e o restante era consenso de especialistas e diretrizes publicadas. A recomendação mais comum foi testar pacientes assintomáticos para SARS-CoV-2 antes do tratamento.

“Há uma carência de estudos que abordem diretamente o teste COVID-19 em pacientes assintomáticos antes do tratamento. Nossa revisão sistemática mostrou que a maioria dos dados publicados favorece o teste de rotina para SARS-CoV-2 antes de iniciar o tratamento sistêmico, mas não conseguiu identificar um bom nível de evidência para apoiar essas recomendações”, observam os autores. “Cada instituição deve considerar os prós e os contras de testar pacientes assintomáticos, avaliando a acessibilidade aos recursos de teste e a epidemiologia local”, concluem.

Referência: Harada Guilherme, Antonacio Fernanda F, Gongora Aline BL, Behar Marina H, Capareli Fernanda C, Bastos Diogo A, Munhoz Rodrigo R, Costa Frederico P, Jardim Denis L, Arrais-Rodrigues Celso, Novis Yana, Katz Artur, de Castro Junior Gilberto (2020) SARS-CoV-2 testing for asymptomatic adult cancer patients before initiating systemic treatments: a systematic review ecancer 14 1100

 

 

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519