20102020Ter
AtualizadoSeg, 19 Out 2020 9pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

ASCO GI avança em áreas críticas

14asco_gi_bx.jpgCerca de 3.400 profissionais estiveram em São Francisco, Califórnia, para acompanhar o 11º ano do Simpósio Gastrointestinal (2014 Gastrointestinal Cancer Symposium), realizado de 16 a 18 de janeiro. O encontro apresenta os resultados dos mais recentes estudos clínicos, traz o estado da arte em diagnóstico e tratamento e é palco das grandes novidades da indústria.


Tratamento sistêmico do adenocarcinoma de pâncreas

Eileen_M_OReilly_peq.jpgNovas opções de tratamento sistêmico do câncer de pâncreas têm surgido ao longo dos últimos anos. No Simpósio Gastrointestinal (2014 Gastrointestinal Cancer Symposium), Eileen M. O'Reilly (foto), do Sloan-Kettering Cancer Center Memorial, revisou esses novos tratamentos “state-of-the-art” e as terapias emergentes.

Erradicação do H. Pylori é a chave para eliminar o câncer gástrico

Helicobacter_pylori_RGB_bx.jpgEm sua apresentação durante o Simpósio Gastrointestinal (2014 Gastrointestinal Cancer Symposium), o gastroenterologista David Y. Graham, do Baylor College of Medicine, afirmou que para eliminar o câncer gástrico o mundo precisa unir esforços para erradicar a Helicobacter pylori. Graham analisou décadas de extensivas pesquisas em câncer de estômago e verificou que a infecção por H. pylori causa mais de 95% dos tumores gástricos; além de contribuir para a inflamação crônica e a instabilidade genética que resultam no câncer gástrico. O risco de desenvolver a doença também se correlaciona com o grau e a gravidade da gastrite atrófica, que pode ser medido com exames não-invasivos, simples.

CAIRO-3 no câncer colorretal metastático

Koopman_horiz.jpgOs resultados finais do estudo clínico de fase III CAIRO-3 fornecem dados importantes para orientar o tratamento do câncer colorretal metastático (mCRC) após a terapia de indução com bevacizumabe.
A investigação selecionou 558 pacientes em fase avançada da doença para receber terapia de manutenção com capecitabina e becacizumabe versus observação, depois de seis ciclos de CAPOX-B (capecitabina, oxaliplatina e bevacizuabe) no tratamento de primeira linha.

Imunoterapia no câncer de pâncreas

DungLe.jpgOutro trabalho que concentrou as atenções no Simpósio GI deste ano apostou na abordagem da imunoterapia em pacientes com adenocarcinoma metastático de pâncreas. A investigação de fase II liderada por Dung T. Le (foto), da Johns Hopkins, randomizou pacientes para receber ciclofosfamida e a vacina GVAX ou o mesmo esquema mais a vacina identificada como CRS-207.

RAINBOW mostra Ramucirumab no GEJ avançado

raibow_overall_survival_fev2014.jpgO estudo RAINBOW foi certamente um dos grandes destaques do Simpósio GI 2014, entre os mais de 720 abstracts apresentados na edição deste ano. A investigação de Hansjochen Wilke e colegas mostrou a superioridade do agente ramucirumab no adenocarcinoma de junção gastroesofágica (GEJ) avançado.

A família RAS e o câncer colorretal avançado

MarcPeeters.jpgMutações na família RAS têm impacto sobre a eficácia dos anticorpos anti-EGFR em pacientes com câncer colorretal metastático (mCRC) e são importantes como fator preditivo de resposta ao tratamento com drogas-alvo. A implicação prática é que o teste de mutação RAS deve ser expandido para otimizar o tratamento com cetuximabe e panitumumabe. Essa é a “take home message” do estudo de revisão apresentado por Marc Peeters (foto), do Antwerp University Hospital, na Bélgica, durante o Simpósio GI.

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519