07082020Sex
AtualizadoQua, 05 Ago 2020 7pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Oncologia Mamária

  • Quimioterapia e sobrevida no idoso com comorbidades

    caponero 2019 bxEstudo de Tamirisa et al. no JAMA Oncology discute a associação entre quimioterapia e sobrevida em pacientes idosas com câncer de mama e múltiplas comorbidades. A análise envolveu mais de 1,5 mil participantes e mostra que o tratamento com quimioterapia foi significativamente associado a benefício de sobrevida global (HR=0,67; P = 0,02). O oncologista Ricardo Caponero comenta os resultados.

  • Rastreamento em sobreviventes com mamas densas

    simone elias 2020 bxNa edição de julho do Journal of Clinical Oncology, Rahbar et al. discutem métodos de triagem em mulheres assintomáticas sobreviventes de câncer de mama, com mamas densas. Afinal, qual o rastreamento ótimo nessa população? A mastologista Simone Elias (foto), pós-doutora em Radiologia Clínica e orientadora do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/UNIFESP), analisa a contribuição de Rahbar e colegas.

  • Terapia hormonal, incidência e mortalidade câncer de mama específica

    banner podcast onconews 300x250pxQual a associação da terapia hormonal com a incidência e mortalidade por câncer de mama em mulheres na pós-menopausa? O mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute os resultados de seguimento de longo prazo do estudo Women’s Health Initiative publicados no JAMA Network. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Ki-67 e decisão terapêutica no câncer de mama inicial

    MAMA bxA atividade proliferativa do índice Ki-67 é importante na tomada de decisão de tratamento adjuvante no câncer de mama receptor hormonal, em pacientes com doença inicial. Análise realizada a partir de dados de 5 anos da experiência institucional do St. Gallen Breast Center mostrou que os valores de corte para os subtipos luminal A e B foram comparáveis com os critérios de St. Gallen 2013 e as recomendações do Grupo de Milão.

  • Quimioterapia e sobrevida no idoso com comorbidades

    Idosa 2020Estudo de Tamirisa et al. no JAMA Oncology discute a associação entre quimioterapia e sobrevida em pacientes idosas com câncer de mama e múltiplas comorbidades. A análise que envolveu mais de 1,5 mil participantes mostra que o tratamento com quimioterapia foi significativamente associado a benefício de sobrevida global (HR=0,67; P = 0,02).

  • Papel prognóstico dos TILs no câncer de mama subtipo luminal

    banner podcast onconews 300x250pxEm mais um PODCAST ONCONEWS, o mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute estudo do Istituto Europeo di Oncologia que avalia o papel prognóstico do infiltrado linfocitário intratumoral (do inglês, tumor-infiltrating lymphocytes – TILs) em pacientes com câncer de mama receptor de estrogênio-positivo/HER2-negativo. O trabalho foi publicado em julho na Breast Cancer Research. Ouça.

  • Gravidez após câncer de mama em pacientes com mutações germinativas nos genes BRCA1/2

    PILAR OFICIAL NET OKA gravidez após o câncer de mama precoce em mulheres com mutações germinativas, patogênicas, nos genes BRCA1/2, é segura, sem piora do prognóstico materno e está associada a resultados fetais favoráveis. Os resultados foram publicados no Journal of Clinical Oncology, em estudo que conta com a participação da oncologista Maria Del Pilar Estevez Diz (foto), Diretora de Corpo Clínico do ICESP/FMUSP e médica da Rede D’Or.

  • Quimioterapia adjuvante no câncer de mama triplo-negativo estágio I

    banner podcast onconews 300x250pxQual a real necessidade de se indicar quimioterapia adjuvante para pacientes com tumores triplo negativos estadio I? Estudo chinês publicado no periódico Breast Cancer Research and Treatment buscou avaliar a eficácia da QT na melhoria do prognóstico dessas pacientes. O trabalho é tema de mais um PODCAST ONCONEWS, com apresentação e análise do mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante. Ouça.

  • FAST: resultados de 10 anos no câncer de mama inicial

    Robson Ferrigno NET OK 2A radioterapia adjuvante hipofracionada para câncer de mama inicial prevê 15 ou 16 frações (fr) como padrão de tratamento. O estudo FAST avaliou os efeitos a longo prazo para os tecidos normais da mama e os resultados de controle local após regime encurtado, de apenas 5 frações, uma vez por semana. Agora, resultados de 10 anos comparando os dois regimes de tratamento estão em artigo de Brunt et. al., no Journal of Clinical Oncology (JCO). O médico especialista em radioterapia Robson Ferrigno (foto), Coordenador dos Serviços de Radioterapia dos Hospitais BP Paulista e BP Mirante, analisa os achados.

  • Inibidores de checkpoint em pacientes com alta instabilidade de microssatélites

    Podcast OnconewsO mismatch repair e a instabilidade de microssatélites são tema de mais um PODCASDT ONCONEWS, com apresentação do mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante. O especialista analisa revisão sistemática e meta-análise publicada no JAMA Oncology que destaca os resultados do tratamento com inibidores de checkpoint em pacientes com alta instabilidade de microssatélites. Ouça.

  • Escore de risco poligênico e câncer de mama

    banner podcast onconews 300x250pxEstudo caso-controle com 9802 mulheres avalia se o escore de risco poligênico (86 variações de nucleotídeos simples) modifica o risco de desenvolver câncer de mama em pacientes portadoras de mutação genética de alta e moderada penetrância. Publicado no JAMA Network Open, o trabalho é tema de mais um PODCAST ONCONEWS, com análise do mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante. Ouça.

  • IMC e sobrevida após quimioterapia no câncer de mama

    azambuja ok bxEstudo publicado no Journal of Clinical Oncology avaliou o benefício da quimioterapia baseada em docetaxel em pacientes com câncer de mama inicial de acordo com o índice de massa corporal (IMC) basal. “A obesidade não impacta somente no risco de desenvolver câncer de mama ou apresentar uma recidiva, mas também pode influenciar a efetividade de diferentes drogas”, afirma Evandro de Azambuja (foto), oncologista do Institut Jules Bordet, em Bruxelas, e um dos autores do trabalho.

  • Avaliação da aderência ao tratamento endócrino no câncer de mama

    banner podcast onconews 300x250pxNo câncer de mama, a não adesão à terapia com tamoxifeno após a cirurgia constitui um grande obstáculo para melhores resultados. Em mais um PODCAST ONCONEWS, o mastologista Sílvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa estudo publicado no Journal of Clinical Oncology (JCO) que discute a detecção sorológica do uso do tamoxifeno e sua correlação com a aderência à medicação e com o risco de recorrência da doença. Ouça.

  • Cirurgia bariátrica e risco de câncer mama, ovário e endométrio

    Nazario NET OKAfonso Celso Pinto Nazário (foto) é autor sênior de revisão sistemática e metanálise que avaliou o  impacto da cirurgia bariátrica no risco de desenvolver câncer de mama, ovário e câncer de endométrio em mulheres obesas. Os resultados foram publicados em junho na Surgery for Obesity and Related Diseases e mostram que a cirurgia bariátrica é um fator de proteção contra o câncer, reduzindo significativamente o risco dessas neoplasias.

  • Linfonodo sentinela positivo e quimioterapia neoadjuvante

    banner podcast onconews 300x250pxCom que frequência a quimioterapia neoadjuvante promove um downstage em pacientes com câncer de mama tratadas com cirurgia conservadora? Artigo de pesquisadores do Memorial publicado na Annals of Surgery Oncology discute fatores que devem ser considerados na seleção de pacientes. Acompanhe a apresentação e análise em mais um PODCAST ONCONEWS, com o mastologista Sílvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante.

  • Metabolismo do carbono-1 no câncer de mama invasivo

    jessica 1 bxResultados de estudo brasileiro publicado na Oncotarget sugerem que o metabolismo do carbono-1 pode ser uma via central no carcinoma ductal invasivo (IDC) e até mesmo em tumores de mama em geral, representando um potencial alvo para seu tratamento e prevenção. Jéssica Reis Santos (foto), nutricionista especialista em oncologia e mestre em ciências pelo Departamento de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), é a primeira autora do trabalho.

  • Tumor filoide maligno da mama

    banner podcast onconews 300x250pxPublicado no Annals of Surgical Oncology, estudo multicêntrico, retrospectivo, realizado pelo grupo do Institut du Cancer Montpellier, busca avaliar o papel da terapia adjuvante e a margem cirúrgica ideal no tumor filoide maligno da mama, em uma das maiores séries já publicadas sobre a doença. Silvio Bromberg, mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa o trabalho, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Sobrepeso e obesidade em pacientes com câncer de mama metastático tratadas com inibidor de CDK 4/6

    maria alice franzoi bxEstudo apresentado no ESMO Breast Cancer Virtual Meeting 2020analisou o impacto do índice de massa corporal em pacientes com câncer de mama metastático HR+, HER2- negativo tratadas com abemaciclibe e hormonioterapia em comparação com hormonioterapia + placebo. A oncologista Maria Alice Franzoi (foto), fellow do Institut Jules Bordet, Bélgica, é a primeira autora do trabalho.

  • Rastreamento do câncer de mama na mulher idosa, qual a evidência?

    linei augusta brolini delle urban 2020 bxEnsaios randomizados mostraram que iniciar o rastreamento do câncer de mama em mulheres de 50 e 69 anos e continuar a triagem por 10 anos diminui a mortalidade por câncer de mama. No entanto, nenhum estudo avaliou se ou quando é possível parar com segurança o rastreamento por mamografia. Estima-se que 52% das mulheres com 75 anos ou mais são submetidas à mamografia nos Estados Unidos, mas isso tem impacto na redução da mortalidade por câncer de mama? Quem comenta é Linei Urban (foto), coordenadora da Comissão Nacional de Mamografia do Colégio Brasileiro de Radiologia e radiologista da Clínica DAPI, em Curitiba.

  • MINDACT: de-escalonamento do tratamento adjuvante no câncer de mama

    fatima cardoso asco2020A oncologista Fátima Cardoso (foto), Diretora da Unidade de Câncer de Mama do Champalimaud Cancer Center, em Lisboa, apresentou no ASCO 2020 os resultados de longo prazo do estudo MINDACT, confirmando o valor do perfil genômico para o de-escalonamento do tratamento adjuvante em pacientes com câncer de mama em estágio inicial. A especialista é convidada do Diálogo de Experts com a participação dos médicos Silvio Bromberg e Sergio Simon. Assista, na TV Onconews.

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519